GRÁTIS TEM AQUI

O bolsa Família é um programa social que mudou a vida de milhões de brasileiros, com o dinheiro do Bolsa Família as mães podem dar mais conforto para os seus filhos e complementar a sua alimentação, se você está no grupo de pessoas que têm o direito de receber o Bolsa Família, já foi até o CRAS mais próximo da sua casa, levou todos os documentos para fazer o Bolsa Família e realizou o seu cadastro, provavelmente agora você se encontra na dúvida se o seu Bolsa Família foi aprovado ou não, logo que após a inscrição no Programa Bolsa Família o seu cadastro não é aceito na hora, dependendo da análise, levantamento de informações e da aprovação posterior da equipe administrativa do programa social.
Como Consultar Se o Bolsa Família Foi Aprovado.
Depois de você ter feito todo o processo de inscrição no Bolsa Família, você vai receber uma notificação oficial do Governo Federal com as informações referentes à aprovação do seu cadastro e do valor que você vai receber do Bolsa Família. Esta notificação oficial vai vir na forma de uma carta, esta carta tem que chegar até a sua residência em até 30 dias, trinta dias, caso você não receba esta carta não se desespere , não quer dizer que o seu Bolsa Família foi rejeitado, é mais provável que a carta pode não ter sido entregue por algumas razões, entre elas o extravio  da carta ou o carteiro não conseguiu encontrar a sua casa.

Consultar Pessoalmente se o Bolsa Família foi Aprovado.

Se você não confia em consultar a aprovação do seu Bolsa Família pela Internet direto do site da Caixa Econômica, se você não tem um celular que suporte a instalação de aplicativos para poder instalar o aplicativo do Bolsa Família e com ele consultar se o seu Bolsa Família foi aprovado ou se você não tem o cartão cidadão para consultar o Bolsa Família, você pode optar em ir diretamente ão lugar onde você fez o seu cadastro no Bolsa Família e perguntar para a equipe administrativa do CRAS como está o andamento do seu cadastro no Bolsa Família.



Aplicativo Bolsa Família

É uma das formas mais rápidas e fáceis de consultar se o seu Bolsa Família foi liberado, basta ter um celular com Android ou IOS e instalar o aplicativo do Bolsa Família, para instalar clique no ícone Da Google Play e no campo de busca procure por Bolsa Família, instale o aplicativo e depois de abrir o aplicativo digite o número do seu NIS.

Passo a Passo de como consultar o Bolsa Família Pelo Celular




Depois selecione a opção Consulta benefícios por família e agora você vai precisar preencher as lacunas com apenas duas informações, o nome do responsável legal das crianças e o número do NIS


Mulher segurando um cartão do Bolsa Família



Consultar Bolsa Família no Site da Caixa Econômica

Uma das opções mais rápidas para você consultar se o Bolsa Família foi Aprovado depois de você ter feito a sua inscrição é o site da Caixa Econômica Federal, lá vão ter informações importantes de como o Bolsa Família funciona e de dicas de como poder usufruir do seu benefício da melhor forma possível. No site da Caixa Econômica você vai encontrar além da sua consulta de cadastro várias outras formas de melhorar a sua vida, por exemplo:
Empréstimo Para Quem Recebe Bolsa Família
Como Fazer o  Cartão Reforma com até R$ 9.000 Para Famílias de Baixa Renda.
Além disso para que você saiba se o sua inscrição no Bolsa Família foi aprovado, você pode consultar o seu cadastro na seguinte página:

https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta/beneficio/04.01.00-00_00.asp



Consultar Bolsa Família Pelo Caixa Eletrônico

A opção de ir até um caixa eletrônico é uma forma demorada para saber se o seu Bolsa Família está liberado, existem pessoas que estão acostumadas a utilizar os serviços bancários apenas em bancos e não se sentem confortáveis em utilizar a internet ou celular para consultar nenhum serviço bancário. Para estas pessoas resta a opção de ir até uma agência da Caixa Econômica e utilizar um caixa eletrônico para consultar se o seu benefício do Bolsa Família foi aprovado, basta levar o seu cartão cidadão e seguir as indicações que o caixa eletrônico informar, esta é uma das formas mais trabalhosas pois caso o benefício ainda não tenha sido aprovado você terá que ir diversas vezes consultar o resultado da sua avaliação.


Cartão com  9 mil reais para sua reforma

Quem não pensa em arrumar a sua casa ou fazer mais um quarto quando a família cresce,é muito gratificante viver em uma casa bonita e segura, mas  o problema das reformas é que elas custam caro e a maioria das pessoas acabam comprando os materiais parcelados e acabam não tendo dinheiro para pagar o restante, ai ficam com sacos de cimento, cal, pisos entre outros materiais para a sua reforma amontoados em algum lugar de casa, e no final esta reforma nunca termina. Também existe as pessoas que moram em casas dignas mas com uma situação terrível, esgoto que entope, goteiras, mofo nas paredes ou em casos estremos a falta de um banheiro do lado de dentro de casa, para muitas destas pessoas existe um cartão que o Governo Federal está disponibilizando inteiramente sem custo nenhum, com valores de até 9.000 reais, e o melhor é um benefício, essas pessoas não vão precisar pagar prestações ou pagar juros é tudo de graça!

O Cartão Reforma é um Empréstimo?

Não, o Cartão Reforma não é um empréstimo, ele é um benefício social que o Governo Federal está disponibilizando, ou seja você usa o saldo do cartão e não precisa pagar nada!

Quanto posso conseguir no Cartão Reforma?

Dependendo da situação, você pode pegar um limite de até 9 mil reais para fazer a sua reforma, lembrando que esse dinheiro não pode ser utilizado para outros fins, apenas na compra de materiais de construção para a sua reforma.

Quem recebe Bolsa Família pode receber o Cartão Reforma?

Talvez, uma das condições para conseguir esse 9 mil do cartão reforma é ter uma renda familiar abaixo de 2.811 reais, com certeza se a pessoa recebe bolsa família não possui uma renda familiar com este valor, mas existem outras variáveis para poder solicitar o Cartão Reforma, claro que se quem recebe Bolsa Família pode receber o Cartão Reforma desde que  preencha estes requisito, veja o que você precisa para fazer o cartão logo abaixo.

Cartão reforma com texto: Como Fazer o Cartão Reforma.


Quem pode conseguir o Cartão Reforma?

Para estar apto a conseguir este benefício social que é o cartão reforma você deve ter uma renda familiar bruta de até R$ 2.811,00, dois mil oitocentos e onze reais;
A sua casa tem que estar precisando de uma reforma, então possivelmente um avaliador  irá até a sua residência para avaliar a necessidade da tal reforma;
Você tem que morar na casa, a casa tem que estar no seu nome, ou seja caso você more em uma casa cedida ou em uma casa de aluguel não poderá utilizar o Cartão Reforma;
Você tem que ter pelo menos 18 anos;
A casa que vai ser reformada tem que estar dentro de uma das cidades participantes do programa;
Você não pode ter outros imóveis alugados, tanto residenciais quanto comerciais;
A casa que receberá a reforma não pode estar em uma situação muito precária, barracos de madeira, casas caindo aos pedaços ou em situação de risco não serão aceitas no programa Cartão Reforma;


Itens para fazer o cartão reforma

Posso pagar o pedreiro com o Cartão Reforma?

O Cartão reforma foi idealizado para ajudar na compra de material de construção, os serviços operacionais da obra como: pedreiro, eletricista, pintor, encanador, ou seja qualquer tipo de mão de obra tem que ser custeado pelo beneficiário do cartão.

Vídeo sobre o Cartão Reforma

Se você prefere ver um vídeo explicando como o cartão reforma funciona você pode saber mais um pouco acionando o play no vídeo abaixo




Como fazer o Cartão Reforma?

Para solicitar o Cartão Reforma você deve estar dentro do perfil já descrito acima, se certificar de que a sua cidade está dentro da lista de cidades que fazem parte do programa Cartão Reforma,  procurar em sua cidade a entidade responsável pela habitação, captar e reunir toda a documentação necessária para poder fazer o cartão, levar os comprovantes de renda de todos os membros da família que moram com você, pode ser a carteira de trabalho, declaração de imposto de renda, comprovante de recebimento de pensão ou aposentadoria, escritura do imóvel ou os documentos que comprovem a posse do imóvel entre outros.

Cidades que Participam do Programa Cartão Reforma

Para solicitar o cartão reforma não basta estar dentro de todas as condições já listadas acima, você pode cumprir todos os critérios para solicitar o cartão reforma, levar todos os documentos, mas um item que é muito importante e que sem ele fica impossível você fazer o cartão reforma é que a sua cidade seja uma das cidades participantes do Cartão Reforma, para consultar você pode acessar o endereço de pesquisa das cidades participantes, o link abaixo levará você até uma página para consultar se a sua cidade faz parte do programa Cartão Reforma:

http://capacitacao.cartaoreforma.cidades.gov.br/ente-federativo/#/relatorio

Depois de acessar o site você deverá preencher os dados do endereço da sua casa, se você encontrar o seu estado e a sua cidade parabéns a sua cidade já faz parte do programa social de reforma, agora vá até a sua prefeitura ou na secretaria da habitação para saber como deve fazer para se cadastrar e fazer o cartão reforma




Quem teve o Bolsa família cancelado com certeza está passando por muitas dificuldades, ter o benefício do Bolsa família suspenso ou cancelado pode representar um tempo de desespero para muitas famílias. o programa que beneficia pessoas de baixa renda com uma ajuda mensal tem tirado milhares de pessoas da miséria extrema, com o Bolsa família as pessoas conseguem alimentar seus filhos e viver com um pouco mais de dignidade. mas o que pode acontecer para que o seu benefício do Bolsa família tenha sido cancelado? Acredite que existem alguns motivos que possam explicar porque cancelaram o seu benefício. No ano de 2017 o Governo Federal fez o maior corte de beneficiários do programa bolsa família, se você se encontra no meio destas pessoas veja a seguir como recuperar o seu pagamento do Bolsa família.

O Programa Bolsa Família.

O Bolsa família é um programa social de combate à pobreza criado no ano de 2004 pelo então presidente Lula, esse programa surgiu com a reunião de alguns programas já existentes como : Cadastramento único do Governo Federal, Programa Nacional de Renda mínima, o Bolsa escola, auxílio gás e o Fome Zero, o Bolsa família é um produto da união destes programas, mas com uma grande ampliação, beneficiando milhares de famílias carentes e assim diminuindo a pobreza. Em 2018 o Bolsa família vai receber um aumento real acima da inflação, o que vai criar um maior poder de compra para a população brasileira.

Por que meu Bolsa Família foi cancelado?

Meu caro leitor, existem algumas respostas para esta sua pergunta, o seu benefício pode ter sido cancelado por um ou mais motivos, cabe a você analisar entre eles qual está mais associado à sua situação, mas não é motivo para se desesperar, pois existem algumas coisas que você pode fazer para reverter o cancelamento do Bolsa família, mas essas dicas podem funcionar para algumas pessoas e para outras não.

Imagem com mão segurando cartão bolsa família e escrito Bolsa família cancelado


Situações que podem cancelar o seu bolsa família.

Para que o seu bolsa família tenha sido cancelado provavelmente existe algum termo do contrato do Bolsa família que você tenha quebrado, existem equipes dentro da administração do Bolsa família que estão sempre atentos a essas irregularidades, também pode acontecer de que alguém tenha denunciado diretamente à administração do Bolsa família uma situação anormal no seu cadastro, mas este é um caso mais raro, o que realmente acontece de forma mais abrangente é o desconhecimento das cláusulas do programa, muitas pessoas têm o seu benefício cancelado por pura falta de conhecimento do que pode ou não fazer para continuar no Bolsa família.

 Renda maior do que a declarada.

Para ter direito à ajuda do programa, a pessoa deve estar dentro de uma margem de renda máxima, o que acontece com muita frequência é que a pessoa começa a receber o auxílio e com o tempo as coisas começam a melhorar, a pessoa arruma um emprego, ou alguém da família abre um pequeno negócio, só que continuam recebendo o dinheiro do Bolsa família, isto caracteriza um descumprimento da regra de limite de orçamento familiar, esse é um dos motivos para ter o Bolsa família cancelado.
Para resolver este problema vá até a central de cadastramento mais próxima de sua casa e atualize o seu cadastro, dependendo do caso você poderá conseguir novamente o direito do benefício social.

 Filhos fora da escola.

Para estar dentro desta regra, todos os filhos que têm a idade entre 6 à 14 anos devem estar devidamente matriculados em escolas, alunos que mesmo matriculados, mas não frequentam às aulas também podem perder o direito à Bolsa.
Para solucionar este problema certifique -se de que seus filhos frequentam regularmente as aulas, caso você mude seu filho de uma escola para outra você deve atualizar o seu cadastro imediatamente, pois se a direção da escola antiga contabilizar as faltas de seu filho você está sujeita a ter o seu pagamento retido e seu Bolsa Família cancelado!

Estar com o Cadastro do Bolsa Família Desatualizado.

O que acontece na maioria das vezes é aquela família que muda de cidade, troca seus filhos de escola e não atualiza o seu cadastro.
Vá até o centro de cadastramento do Bolsa Família de sua nova cidade e atualize o seu cadastro.

Deixar de sacar o Dinheiro do Bolsa Família

Caso a pessoa não retire o dinheiro do Bolsa Família por 3 meses o benefício é automaticamente cancelado.
Você pode continuar a receber o benefício, mas terá que fazer novamente todo o cadastro e reunir todos os documentos necessários.

Filhos que não têm acompanhamento médico no Posto de Saúde.

O seus filhos devem ter a carteirinha de vacinação em dia e ter um acompanhamento no UBS mais próximo de sua casa, caso você esqueça de vacinar ou acompanhar a saúde de seus filhos o seu Bolsa família pode ser cancelado.
Para remediar esta situação basta você levar seus filhos ao posto de saúde, vacina - lo de acordo com a sua idade e ir até um CRAS para fazer a atualização da situação de saúde de seus filhos.

Meu benefício foi cancelado, eu recebo os pagamentos dos meses que não recebi?

Não, você perde o direito de receber os meses que ficou sem receber o Bolsa família.
Posso receber os pagamentos atrasados do Bolsa família?
Se o seu Bolsa família foi Suspenso sim, você pode receber os pagamentos que você deixou de receber, caso o seu Bolsa família tenha sido Cancelado , não.
Meu benefício foi cancelado, eu recebo os pagamentos dos meses que não recebi?
Uma coisa é certa se você teve o seu Bolsa família cancelado você não receberá os pagamentos atrasados .
Meu Bolsa família foi cancelado, como voltar a receber?
Você terá que entrar novamente com o processo de inscrição do programa, passando por todo o processo de entrevistas, entrega de documentos, ou seja, você terá que fazer outro pedido do Bolsa família, este pedido pode ser aceito desde que você comprove que os seus dados estavam certos ou negado caso seja comprovado que o seu perfil estava fora do perfil dos beneficiários do programa.


Quem tem um site, blogue ou canal no Youtube e monetizou através do Google Adsense pode enfrentar alguns problemas na hora de receber.
Quando o Google Adsense deposita seu pagamento, é preciso que o banco onde tem conta faça o câmbio (converta os dólares depositados em real) para que só depois o dinheiro chegue a sua conta. A maior dificuldade esta em ter que depender de funcionários e do sistema de funcionamento bancário para ter acesso ao dinheiro.
Neste caso, se houver greve dos bancários,  feriados ou pontos facultativos regionais ou mesmo problemas internos, seu pagamento pode atrasar e você será obrigado a pagar juros em suas contas.
Também existe um outro problema, alguns bancos não liberam o pagamento quando o criador de conteúdo recebe mais de três mil dólares em um mês a não ser que o titular da conta vá até a agência e mostre a origem do dinheiro, isso precisa ser feito todos os meses que a renda ultrapassar três mil dólares e muitas vezes o criador de conteúdo não pode ou não sabe que precisa ir até a agência, ficando um bom tempo sem seu pagamento.




receber adsense no banco rendimento.


Uma solução simples

Muitos criadores de conteúdo tem procurado por meios que tornem o processo de recebimento de seus ganhos no Google Adsense mais simples e rápido, uma das opções mais usadas no momento é receber o Adsense através do |Banco Rendimento.
O Banco Rendimento tem grande atuação na área de câmbio flutuante e da grande atenção a  esta área.
Nele, a ordem de pagamento do Google chega até  o banco em até 4 dias e após receber a ordem, o dinheiro é depositado em sua conta em até 24 horas, ou seja, no máximo 5 dias após receber o pagamento o dinheiro esta em sua conta.

Como funciona:

Não é necessário ter conta corrente no Banco Rendimento, é possível fazer apenas a operação de câmbio através dele e ter o dinheiro depositado em sua conta normalmente. 
O banco cobra uma taxa de 20 dólares para realizar a operação de câmbio e transfere o dinheiro diretamente para sua conta s através de TED, sem cobrar nada a mais por isso.
Assim que a ordem de pagamento chega ao Banco Rendimento, você recebe um e-mail avisando, no mesmo dia ou no dia seguinte o dinheiro já estará disponível em sua conta.
Apenas se seus ganhos forem acima de 10.000 dólares é que será necessária enviar documentação para receber.
A única exigência é que a conta do banco esteja no mesmo nome e com os mesmos dados que a conta do Google Adsense e que tenha um cadastro no Banco Rendimento.


Como fazer o cadastro no Banco rendimento:

É muito simples fazer um cadastr n Banco rendimento para realizar suas operações de cambio, basta acessar o site

https://www.cambiorendimento.com.br

e preencher o cadastramento com seu CPF, nome, e-mail, endereço e responder algumas perguntas. 
Após fazer isso, será necessário entrar em sua conta no Google Adsense, nas configurações  e adicionar uma nova forma de pagamento.
será necessário preencher os espaços com os dados do Banco Rendimento, lembre-se que deve escrever o nome do titular da conta exatamente igual consta na conta do banco e na conta do adsense.
Depois deve colocar o nome do banco, no caso Banco Rendimento S/A.
Deve também colocar o código SWIFT (BIC) que no caso do Banco Rendimento é RENDBRSPXXX e o código IBAN que pode ser obtido  no site descrito acime ao digitar seu CPF ou CNPJ.
Se todos os dados estiverem certos, no próximo pagamento você já recebera através do Banco Rendimento.

Caso sua conta do adsense renda mais de R$ 70.000 nos últimos 12 meses, é necessário fazer um cadastramento diferenciado, enviando documentos pelo correio ao Banco Rendimento.







O celular , hoje em dia, já é praticamente uma parte de nossa vida, muitas pessoas trabalham e  estudam através do smartphone e utilizam o aparelho para passar o tempo e terem um momento de lazer após o trabalho.
Para quem precisa e utiliza o celular, é quase impossível ficar sem o aparelho. Por isso a pessoa se esforça para comprar um, que é bastante caro por sinal, tendo muitas vezes que recorrer a parcelamentos para adquirir um telefone celular.
Justamente por não se tratar de um bem barato ou fácil de adquirir, há uma grande tristeza se algo ocorrer com o aparelho. Mas é possível contratar um seguro para seu celular.

O que o seguro de celular cobre?

Embora a cobertura varie de empresa para empresa, em geral são cobertos:
  • Danos físicos causados por acidentes, incêndios, queda de raio, quedas e batidas do aparelho, inclusive durante tentativa de roubo, queda de líquidos sobre o aparelho.
  • Danos elétricos causados por oscilações de energia e curto.
  • Furto qualificado (que corre quando alguém rompe um obstaculo para subtrair um bem, como quebrar uma janela, abrir uma mochila ou arrombar uma porta).
  • Roubo (quando ocorre ameaça, coação ou violência).





segurocelular


Que tipos de aparelhos celulares podem ter seguro:

Para fazer um seguro para seu celular,é necessário que ele tenha nota fiscal, de preferência que esteja no nome do atual proprietário.
Também é necessário que o aparelho tenha menos de 1 anos de uso, contando a partir da data que constar na nota fiscal.
Caso a nota fiscal esteja em nome de outra pessoa, pois o celular foi presente ou adquirido seminovo, é necessário apresentar junto da nota fiscal um termo de doação ou de compra e venda.
Algumas empresas impõe valor minimo para que o aparelho seja segurado, como a Porto Seguro, onde se pode contratar um seguro para celulares com valor mínimo de R$500,00, já outras empresas, como a Vivo, permite que celulares de qualquer valor  possam ser segurados.

Quando o celular vai estar protegido:

Após 24 horas da contratação de um seguro, o celular já esta protegido porém a maioria das empresas pratica um período de carência, que geralmente é de 30 dias, neste período, o cliente conta com proteção limitada, sem algumas coberturas que passará a contar após o período de carência.

Quais os documentos devem ser apresentados ao contratar um seguro celular:

A nota fiscal do aparelho é exigida na maioria das empresas que fornecem o serviço, ou uma cópia digital da mesma quando o serviço pode ser contratado pela internet. 
Também é preciso informar o sistema operacional do aparelho, assim como seu numero de série.
Em algumas empresas existe a possibilidade de fazer um seguro celular para smartphones comprados em viagens para  o exterior, neste caso, é preciso apresentar o invoice do aparelho (especie de nota fiscal, emitida pelo vendedor estrangeiro) e o valor segurado vai ser correspondente ao valor do aparelho em mercado nacional.

Quanto vai custar um seguro celular:

Os preços variam conforme modelo e marca dos aparelhos, também existe variação conforme o valor indicado na nota fiscal.
O seguro, na maioria das empresas é feito por mensalidades e a cobertura tem duração máxima de um ano geralmente.
Um  celular Samsung Galaxy S5, por exemplo, que tem valor médio de R$ 800,00 tem valor de mensalidade do seguro variante entre R$ 16,00 e R$ 35,00.


Como Contratar um seguro celular:

Na maioria das empresas que oferecem esse serviço, é possível fazer a cotação online e enviar a documentação digitalmente para a contratação, algumas oferecem a modalidade de contrato via internet, também é possível contratar um seguro celular na própria loja da operadora onde foi adquirido, porém neste caso o seguro fica vinculado a operadora.

Como funciona o seguro:

Em caso de roubo ou furto qualificado, você receberá outro aparelho, do mesmo modelo ou similar ao que foi levado. Para acionar é necessário fazer um Boletim de Ocorrência do fato.
Já em caso de danos ao aparelho, a seguradora costuma arcar com os custos do conserto e em alguns casos fornece um aparelho para uso, similar ao danificado, para ser usado em quanto o aparelho segurado passa pelo conserto.
Para acionar o seguro é preciso entrar em contato com a empresa através de telefones, é bom estar com documentos essenciais, como documentos pessoais, nota fiscal, numero de série do aparelho e boletim de ocorrência em mãos no momento do contato, depois basta seguir as orientações  da seguradora e se livrar das preocupações com seu celular.


Uma coisa muito chata é ficar com as contas atrasadas, ou, ainda pior, não conseguir receber seu pagamento por que os bancos estão em greve ou tem um feriado prolongado no calendário.
Além disso, quem utiliza serviços bancários enfrenta outros problemas, como filas enormes e demoradas e em algumas agências, a recusa de receber contas de consumo básico como de água, energia elétrica e telefone, ainda que estejam em dia, sendo o cliente orientado a procurar uma lotérica para pagar essas contas, tendo de enfrentar uma nova fila para isso e perdendo ainda mais tempo.


Banco no bolso:

O Neon tem a proposta de ser uma conta corrente que pode ser controlada através do celular com sistema IOS ou Android, de qualquer lugar, dia da semana ou horário.
A conta Neon permite que  cliente faça e receba transferências bancárias inclusive para outros bancos, receba dinheiro via boleto que pode ser emitido no próprio aplicativo, faça investimentos para seus objetivos futuros, realize saques através de caixas 24 horas, efetue pagamentos e utilize o cartão de débito para realizar pagamentos de compras.






Neon é uma conta corrente controlada pelo celular


Como o Neon funciona:

Através de um aplicativo instalado n celular, é possível manter controle total sobre suas finanças.
 Neon é super seguro pois não basta apenas ter acesso ao celular onde o aplicativo está instalado, a conta utiliza uma selfie do cliente, a digital e uma sequência numérica como senha para realizar operações.
Após a abertura da conta, A Neon oferece 2 cartões para serem usados pelo cliente, um físico para ser usado em suas compras do dia a dia cm a função débito automático, e um virtual que pode ser usado em compras na internet, como se fosse um cartão de crédito, mas o valor da conta é debitado no mesmo momento de sua conta. A conta Neon não possui a função crédito.

Quais são as tarifas cobradas pela Conta Neon:

Ter uma conta Neon custa pouco, já que não existe uma tarifa para manutenção da conta ou anuidade. também não existem taxas para abertura ou encerramento de conta, nem para emissão do cartão.
Não existem tarifas para transferências de dinheiro entre contas neon, já se você precisar transferir dinheiro para outro banco, pode fazer isso a partir de sua conta Neon, sem pagar nada por isso na primeira transferência de cada mês que realizar, se precisar fazer mais transferências ao longo do mês, por cada um será cobrada uma taxa de R$ 3,50
A Neon não possui agência física, por isso suas operações podem ser feitas através do aplicativo, porém se quiser sacar dinheiro de sua conta é possível fazer isso através dos caixas 24 horas, em seu primeiro saque do mês você não pagará nada e pode sacar o valor que desejar, a partir do segundo saque no mês será cobrada uma taxa de R$6,90 por saque, por isso é recomendado que dó realize saques quando realmente precisar e que se de preferência a realizar pagamentos direto da conta ou com o cartão de débito.
Com a conta  Neon também é possível receber pagamentos via boleto, caso preste algum serviço ou eventualmente precise receber dinheiro de alguém que não possua conta em banco, emitir o primeiro boleto do mês é gratuito, a partir do segundo boleto emitido  é cobrada uma taxa de R$2,50 por boleto emitido.
Ao realizar compras internacionais, será cobrado o IOF + 4%.

Neon como conta poupança.

Se você tem um sonho ou plano mas tem uma enorme dificuldade para guardar dinheiro para realiza-lo, pode utilizar sua conta Neon como  ferramenta para alcançar esse objetivo.
Basta utilizar o aplicativo para definir o objetivo a ser  alcançado, definir quanto deseja guardar por mês que a Neon enviará o dinheiro na quantia especificada para  uma aplicação de CDB (Certificado de  depósito bancário) onde esse dinheiro renderá mais que uma poupança comum, é como se você emprestasse seu dinheiro ao banco em troca de juros.

Atendimento do Neon:

Todo o controle da conta, incluindo bloqueio temporário do cartão, saldo e extrato, emissão de boletos, transferências, pagamentos, aplicações e controle de gastos é feito através do aplicativo no celular, mas se você precisar de ajuda pode ligar no sac da Neon ou procurar no chat, ambos com atendimento 24 horas.

Quem pode ter uma conta Neon:

Qualquer pessoa com mais de 18 anos e que possua um CPF válido, não é necessário convite de alguém que já tem uma conta Neon para ter a sua.
Não é necessário comprovante de endereço, pois toda a movimentação será feita através do celular, então se você não tem nenhum comprovante de endereço em seu nome você também pode fazer uma conta Neon, o cartão de débito será enviado para o endereço que você indicar.

Como abrir uma conta Neon:

Com seu RG e CPF em mãos, acesse  o site:

https://www.banconeon.com.br

e baixe  aplicativo.
 Após concluído, abra o aplicativo e insira seus dados no local indicado, será necessário digitar seu nome completo, RG CPF, endereço, entre outros. 
Nesse momento o aplicativo pedirá que você tire uma selfie que além de identificar que você realmente  esta fazendo a conta, servirá como identificação facial para confirmar operações na conta.
Também será necessário cadastrar um numero que servirá de senha quando você for utilizar seu cartão de débito e tirar uma fotografia de seu RG ou CNH e de seu CPF caso o numero não conste no documento de identificação.
 É importante que a foto do documento permita a leitura dos dados deste e que a foto de rosto seja uma selfie e com boa iluminação.
Na etapa seguinte será necessário responder a algumas perguntas que o aplicativo ira fazer.
Em seguida seu perfil será analisado pelo pessoal do Banco Neon e se for aprovada, será necessário depositar R$100,00 em sua conta, para que seu cartão de débito seja enviado em até 10 dias uteis.
Esse cartão tem bandeira Visa e participa de todos os benefícios da bandeira.
Quando seu cartão chegar, basta desbloqueá-lo através do aplicativo e usar sua conta normalmente.



Muitas pessoas acreditam que a vida e situação na cidade onde mora poderiam ser melhores. Algumas dessas pessoas acreditam que podem ajudar a melhorar a situação de seus municípios se participarem ativamente da vida politica do lugar onde vivem e por isso desejam se tornar vereadores de sua cidade.

O que faz um vereador:

Um vereador  é parte do poder legislativo de um município e pode elaborar, discutir e votar leis municipais, principalmente as relacionadas a impostos municipais, orçamento do município, educação municipal, transporte, saneamento básico e outras áreas.
O vereador é eleito por voto direto por isso seus interesses, propostas e atitudes devem ter como base o bem da coletividade.
Também exerce função de fiscalização do poder executivo, ou seja, cuidar para que os recursos sejam aplicados da maneira correta e que o orçamento seja respeitado, garantindo uma boa gestão do dinheiro público.
O vereador também deve observar se o prefeito e os outros funcionários públicos, incluindo os outros vereadores e ele mesmo, estão agindo de acordo com a lei e o código de ético.



Como tirar certidão de quitação eleitoral.


como ser vereador municipal.



Quem pode se candidatar a vereador:

Qualquer pessoa  com mais de 18 anos de idade, que seja brasileiro nato ou estrangeiro naturalizado, que saiba ler e escrever  (alfabetizado, sem necessidade de níveis de escolaridade) e que esteja em pleno exercício de seus direitos políticos.
Estar em pleno exercício de seus direitos políticos significa poder votar e ser votado, isso quer dizer que a pessoa que deseja se candidatar a vereador não pode ter sido condenado por corrupção  administrativa ou ter condenação penal da qual não possa recorrer.
Também é necessário que aquele que deseja se candidatar a vereador esteja em dia com suas obrigações eleitorais, ou seja, ter votado ou justificado a ausência nas duas ultimas eleições ou, caso contrario, ter quitado as multas recebidas por não votar. Isso pode  ser comprovado retirando  a certidão de quitação eleitoral através do site do TSE.

Quem não pode se candidatar:

Mesmo que cumpra os requisitos exigidos, parentes em até 2º grau do prefeito em exercício do município onde  se deseja candidatar a vereador.
São considerados parentes até segundo grau pais, avós, filhos, netos, irmãos, sogros, genros e cunhados.
 Caso o prefeito se afaste até 6 meses antes da eleição, o parente pode concorrer para vereador livremente.

Como se candidatar a vereador:

Para se candidatar a vereador, é preciso que a pessoa more ou tenha título de eleitor da cidade onde pretende se eleger a pelo menos 1 ano antes da eleição que pretende concorrer. Não é necessário que já tenha votado neste município, só que tenha tirado ou transferido o título para lá.
Caso seja funcionário público, é preciso que esteja desincompatibilizado  de seu cargo, ou seja, afastado de suas funções  por um determinado período de tempo que vária dependendo do cargo ocupado e do órgão em que o servidor atua, é possível verificar os prazos para cada função pública exercida podem ser verificados no site do TSE. 
Também é necessário estar filiado a um partido politico por no minimo 6 meses, alguns partidos podem exigir um período superior de filiação para que uma pessoa possa se candidatar. Para se filiar a um partido basta procurar o diretório regional da legenda que desejar (mais próxima de seus valores e ideais).
Porém estar filiado a um partido não garante que uma pessoa tenha direito de se candidatar, é preciso que esta participe e seja escolhida na convenção partidária.
Após ser escolhido o candidato deve apresentar os documentos requeridos a justiça eleitoral para que sua candidatura seja registrada.

Documentos necessários para registrar a candidatura:

Após ser escolhido para concorrer nas eleições municipais, é necessário registrar a candidatura junto a justiça eleitoral. Para isso são necessários os seguintes documentos:
  • Requerimento de registro de candidaturas (RRC).
Este documento pode ser obtido através do CANDEX (sistema de candidaturas-modo externo) disponível no site do TSE.
  • Cópia de documento de identidade com foto.
  • Cópia do título eleitoral.
  • Cópia ata da convenção partidária.
  • Autorização do candidato, por escrito.
  • Declaração de bens atualizada e assinada pelo candidato.
  • Comprovante de escolaridade ou declaração de próprio punho.
  • Certidões criminais da justiça eleitoral e da justiça federal.
  • Fotografia digital atualizada.
  • Prova de desincompatibilização (se for necessário).
  • Certificado de reservista( no caso de candidato do sexo masculino).
Esse registro precisa ser feito até 2 meses antes das eleições.











O bolsa família é um programa de redistribuição de renda que visa a diminuição da pobreza, milhares de brasileiros são beneficiados com este programa assistencial que tem ajudado muitas famílias a ter uma vida mais digna e confortável. Porém algumas pessoas têm o seu bolsa família bloqueado e não sabem o motivo do bloqueio, infelizmente a grande maioria procura formas ineficientes que reaver o benefício, neste artigo você vai saber um pouco como funciona o bolsa família e como tentar desbloquear o bolsa família.

Meu Bolsa família ainda não saiu.

Você já fez o cadastro no bolsa família mas ainda não recebeu nada, pode ficar tranquilo pois não é só o valor do benefício que é calculado pelo perfil familiar, a fila de recebimento do Bolsa Família também tem uma forma de ser calculada, A renda familiar é calculada pelo valor bruto da renda familiar dividida pelo número de pessoas que moram na residência, se a renda é de R$ 1000 ( mil reais) e a família tem 4 pessoas fica 1000 / 4 = R$ 250. O benefício vai ser concedido conforme a média da renda familiar, as famílias que têm a renda menor têm prioridade em receber o benefício, ou seja famílias que tem uma renda média menor vai receber o bolsa família primeiro.


Bolsa Família Empréstimo até R$ 15.000,00


Meu Bolsa Família Foi Bloqueado.

Não entre em pânico, existem algumas coisas que realmente podem bloquear o seu bolsa família e para que você encontre o motivo do bloqueio do seu benefício você pode ver se algumas destas opções pode ser o seu problema.

bloqueado, bolsa familia


1) Faltas das crianças na Escola

Assegure que as crianças frequentem no mínimo 85% das aulas, não podendo faltar mais do que isso, caso este limite seja ultrapassado o bolsa família é bloqueado e a família deixa de receber o benefício. Caso o aluno precise faltar à aula escola deve ser informada com antecedência e os atestados e declarações devem ser entregues o mais rápido possível.
Para voltar a receber o bolsa família você deve ir até CRAS que você fez o cadastro do Bolsa Família e conversar novamente com o funcionário responsável, provavelmente o benefício será desbloqueado e você voltará a receber o bolsa família.
Se o cartão do Bolsa Família for bloqueado por 3 vezes o benefício é cancelado definitivamente.


2) Deixar que vacinar as crianças

As crianças têm que ter a saúde acompanhada em postos de saúde, tem que estar com a carteirinha de vacinação em dia e com o acompanhamento do peso da criança, caso a criança não estiver com as vacinas em dia o bolsa família também é bloqueado.


3) Está grávida e não fazer o pré-natal.


As Grávidas devem fazer todo o acompanhamento do pré-natal e os seus exames, devem também comparecer nas consultas levando o seu cartão de gestante e seguir o calendário do SUS.


4) Cadastro desatualizado.


A atualização periódica do cadastra do bolsa família é uma forma de saber se os beneficiários do programa estão dentro do perfil de pobreza ou extrema pobreza, a não atualização do cadastro do bolsa família causa o bloqueio do cartão e a família deixa de receber o benefício. Para que isso não aconteça vá até o CRAS e atualize o seu cadastro do bolsa família.


5) As pessoas que moram com a família

A quantidade de moradores da casa, se alguém veio morar com a família ou se algum dos familiares cadastrados deixaram de morar com a família, isso pesa na média da renda familiar e no valor recebido pelo Bolsa família.


6) O Local onde as crianças estudam.

Qualquer alteração de escola das crianças tem que ser declarada no CRAS, pois ao pesquisar pelo nome da criança na antiga escola e não o encontrando o funcionário do CRAS pode pensar que a criança se evadiu da escola, então se algum dos seus filhos precisar trocar de colégio vá logo no CRAS atualizar o seu cadastro do bolsa família.


7) Informar as alterações na situação econômica da família.

Se você arrumou um bico para fazer aos finais de semana, trabalha informalmente, se passou em um concurso público ou se existiu alguma alteração na vida financeira da família isso tem que ser notificado no CRAS mais próximo da sua casa, o limite para manter o bolsa família e uma alteração de até meio salário mínimo por integrante da família, caso o aumento não seja informado o benefício será cancelado.


8) Não Minta ou deixe de falar nada.

Na hora de atualizar o cadastro do bolsa família muitas pessoas acreditam que omitir alguma informação vá facilitar a entrada ou a permanência da família no programa, se o membro da família exerce alguma atividade mesmo que informal isto deve ser informado, pois se o técnico do bolsa família perceber que a informação foi falsa ou que alguma informação foi omitida o bolsa família pode ser cancelado.