Como conservar frutas e verduras por mais tempo

Comer alimentos saudáveis ajuda a prevenir e muitas vezes tratar doenças e pode ser muito mais barato que comer alimentos ultra processados.

Além dos benefícios para a saúde  e de ajudar a elevar a autoestima pois a pele e cabelos ficam mais bonitos e a manter a forma ou mesmo emagrecer, consumir frutas e verduras frescos diariamente pode ajudar a reduzir custos e economizar na hora de fazer compras.

Por exemplo, se você decidir comprar um pacote de 500g de brócolis congelados vai gastar por volta de R$ 5,00 mas essa mesma quantidade de brócolis ninja no mercado na versão fresca vai custar R$ 2,50 e na feira livre pode sair até mais barato.

O problema surge quando, mesmo querendo economizar e comer melhor, não se sabe como fazer para que as frutas e verduras frescas durem na geladeira ou fruteira. Muita gente não pode ir ao mercado ou feira toda semana e acaba desistindo de comer alimentos frescos porque não sabe como fazer eles durarem por mais tempo.

Neste  artigo você vai ver dicas de como fazer as frutas e legumes durarem mais, para poder aproveitar as melhores promoções de mercados ou hortifrútis. Alguns alimentos podem durar até 30 dias.

Como conservar frutas e verduras por mais tempo:

É importante  que frutas e verduras  não fiquem na mesma gaveta na geladeira e nem mesmo na mesma prateleira da fruteira pois muitas frutas são produtoras de etileno e ajudam a estragar outros alimentos.

Verduras.

Se você gosta de ter sempre uma saladinha lavada na geladeira para facilitar o preparo na hora das refeições, lave apenas a quantidade que será utilizada nos próximos dias.
lave e desinfete as folhas como de costume e coloque-as em um escorredor de salada ou de macarrão (porque é maior e cabe mais folhas) e deixe escorrer por uns 15 minutos ou mais se necessários, dê algumas sacudidas no escorredor com as folhas para retirar o excesso de água acumulado entre as folhas, faça isso várias vezes durante o período que as verduras ficarem no escorredor.

Depois seque cada folha com papel toalha ou um paninho de algodão bem absorvente e separado só para este fim. Depois acomode as folhas sem apertar em um recipiente ou pote com tampa, se quiser pode forrar a caixa com papel toalha para absorver umidade e depois feche ou cubra com filme plástico, se não tiver um pote que consiga acomodar todas as folhas, deixe-as soltas  em um saco plástico, que pode até mesmo ser aqueles utilizados no supermercado. Sim, dá trabalho mas sua salada vai durar mais e você vai perder menos.

As folhas que sobrarem sem ser lavadas devem ser guardadas na parte de baixo da geladeira onde é menos frio para não queimarem e se a gaveta da sua geladeira tem tampa, guarde as folhas sobre a tampa e não na gaveta pois elas precisam respirar. proteja as folhas com um saco plástico, sem amarrar e sem amassá-las.

Raízes

Alimentos como beterraba, batatas, mandioquinha, cenouras, entre outros podem durar muito mais se forem envolvidos individualmente em plástico filme.

Além disso, batatas gostam de ambientes escuros e frescos, por isso não convém guarda-las na geladeira, prefira colocá-las em um saco de papel e em uma dispensa  ou local com temperatura fresca e constante. Se decidir deixar suas batatas na fruteira, coloque junto com elas na mesma prateleira uma maçã.

Cenouras devem ter o caule retirado antes de serem armazenadas pois o caule retira umidade da raiz e faz com que ela fique borrachuda antes do que deveria. Se quiser facilitar sua vida, cenouras podem ser guardadas já descascadas em sacos herméticos,  do tipo zip lock e ficam boas e crocantes por até 15 dias.

Cebolas e alhos podem ser mantidos em sacos de papel com pequenos furos fora da geladeira por vários dias pois gostam de ambientes escuros e secos, ou se quiser poupar trabalho, sempre é possível fazer o tempero completo e guardar em um pote de vidro para ir usando ao longo do mês. Basta bater no processador ou liquidificador algumas cebolas, dentes de alho, um pouco de óleo e pode ou não colocar sal, coloque em um vidro com tampa que tenha sido previamente esterilizado ou fervido, você pode até reaproveitar vidros com tampa de conservas compradas que iriam parar no lixo.
também é possível utilizar meias calças para montar réstias de cebola que podem durar meses, basta colocar uma cebola na perna da meia calça (melhor que seja uma nunca usada, ainda que das bem baratinhas) de um nó e coloque a próxima cebola e repita o processo até o fim da perna.

Alhos e cebolas podem ser guardados juntos, mas batatas não devem ser colocadas na mesma prateleira ou pote que a cebola.

Legumes.

Pepinos podem ser envolvidos individualmente em plástico filme e deixados na gaveta de legumes da geladeira, se sua geladeira não estiver com o frio no máximo, ou na fruteira pois não duram muito tempo.

Tomates são frutas, mas quando pensamos neles sempre o colocamos entre os legumes que gostamos de comer.
Se você tem costume de comprar tomates verdes para deixá-los madurar  em quanto consome, esse devem ser deixados fora da geladeira para amadurecerem, de cabeça para baixo que a umidade não se acumule no caule e estrague os tomates mais rápido.
Já os tomates maduros podem ser guardados em um recipiente na geladeira  e de cabeça para baixo, se quiser poupar tempo e guarda-los já fatiados, você pode guardá-los em um pote com tampa que fique bem vedado.
Antes de guardar os tomates, borrife neles uma solução de 10 partes de água para 1 parte de vinagre branco para evitar que apareça bolor neles e depois devem ser muito bem secos.

Pimentões devem ser guardados na temperatura ambiente pois assim como os pepinos não se dão muito bem no frio, principalmente os pimentões verdes, porém se for guardar na geladeira, coloque em pote com boa vedação ou embrulhe em papel filme pois ele pode contribuir para que outros produtos se estraguem mais rapidamente, já que é um dos maiores produtores de etileno.

Frutas.

Bananas compradas um pouco verdes podem ser envolvidas uma a uma em papel alumínio ou filme plástico para que amadureçam de forma lenta, depois podem ser guardadas na geladeira para frear o amadurecimento e impedir que se percam rapidamente, mas nesse caso devem continuar embaladas pois liberam etileno que ajuda outros alimentos a se deteriorarem rapidamente, elas ficarão coma casca mais escura mas sem se estragar.
Bananas com amassados e pontos pretos na casca amadurecem e estragam mais rápido, por isso é preciso tomar cuidado ao retira-las do cacho para embrulhar individualmente, se perceber algum com esses machucados, coma essas primeiro.
Bananas devem ficar bem longe das maçãs na geladeira.

Abacates verdes podem ser colocados em sacos de papel ou embrulhados em jornal e deixados fora da geladeira até que amadureçam, depois podem ser colocados em sacos plásticos com fechamento hermético e guardados na geladeira.

Frutas cítricas devem ser armazenadas em locais arejados pois são emissores de etileno, mas  se conservados em geladeira, podem duram muito mais.

Melões podem ser guardados  em locais escuros e arejados antes de serem abertos, depois, podem ser fatiados ou cortados em pedaços e mantidos e potes cobertos com plástico filme. O mesmo vale para a melancia.
Maçãs e peras podem ser deixadas na fruteira se forem consumidas em poucos dias, caso contrario coloque-as na geladeira.

Congele o que pode ser congelado.

Milho, cebolinha, salsa e coentro podem ser congelados praticamente da forma que chegam do mercado.
Retire os grãos do milho da espiga e armazene em sacos plásticos com fechamento hermético ou armazenados em garrafas plásticas de 500 ml com tampa e coloque no freezer ou congelador.
Já as ervas de cheiro verde devem ser lavadas e desinfetadas e depois secas, então devem ser picadas e armazenadas também em sacos plásticos com fechamento hermético, melhor que sejam acondicionadas cada uma em seu saquinho.
Essas ervas são ideais para preparos quentes, se precisar usar como decoração ou em saladas, melhor que seja com a erva fresca.

Bananas podem ser descascadas, cortadas em rodelas e congeladas, podendo ser utilizadas depois para o preparo de vitaminas, cremes, bolos e com granola.

Morangos e frutas vermelhas podem ser apenas lavados e secos e depois congelados em um pode com tampa ou saquinho de plástico.

Abacaxis  e mangas podem ser descascados e fatiados para serem congelados, sem necessidade de outros tratamentos.



Outros alimentos precisam ser branqueados antes de ser congelados. O branqueamento é um processo de cozimento rápido do alimento para desativas enzimas que causam a degradação dos alimentos e diminuir micro-organismos que podem estragar os vegetais.

Como fazer o branqueamento dos vegetais para congelar:

  1. lave bem os vegetais que serão branqueados, retire folhas e partes que estejam machucadas, descasque e retire as sementes dos alimentos , corte em pedaços e reserve.
  2. Ferva água, mais ou menos 1 litro para cada 100 gramas de legume a ser branqueado e verifique se há em sua geladeira gelo e água bem gelada, coloque o gelo e a água gelada em uma vasilha.
  3. coloque o alimento na água fervente por alguns minutos, depois retire da água fervente e coloque imediatamente na água gelada com gelo, isso faz o processo de cozimento parar.
  4. escorra os vegetais e seque bem antes de passar para o saquinho com fechamento hermético, retire o máximo de ar que conseguir e feche o saquinho.
  5. coloque uma etiqueta com o nome do produto e data de branqueamento e coloque no freezer ou congelador.
Produtos branqueados podem durar até 6 meses em média quando congelados. Os tempos de "cozimento" são diferentes para cada alimento. Chuchu deve ser fervido por 2 minutos, assim como o espinafre e o repolho; cenoura, batata e ervilha, necessários para formar uma seleta de legumes usada em uma salada de maionese precisam ser fervidas por período de 3 a 5 minutos, da mesma forma que a beterraba, brócolis e mandioca; para o repolho e a couve basta 1 minuto.

Conhece outras maneira de fazer frutas e verdura durarem mais? comente aqui em baixo  pra gente testar.

Comentários