Como conseguir financiamento para abrir ou melhorar um negócio.

Quem mora em São Paulo e quer ter o próprio negócio, ou deseja ampliar suas atividades mas não tem condições para tal pode recorrer ao  Banco do Povo Paulista que possuí uma linha de crédito exclusiva para microempreendedores, sejam aqueles que possuem CNPJ e empresa aberta, seja aquele que trabalha informalmente, ou mesmo cooperativas e associações de trabalho com condições especiais e juros bem abaixo que o praticado no mercado.

Para que o financiamento se destina:

Para a criação de capital de giro ou de investimento  fixo para microempresas ou pessoas que realizem atividades produtivas e tem faturamento bruto de até R$360.000,00 ao ano.
 Podem solicitar este financiamento desde microempreendedores ou profissionais liberais que possuem CNPJ  até a dona de casa que trabalha fazendo bolos e salgados para festa e ainda não inscreveu como microempreendedor individual.







O que precisa para conseguir o financiamento:
  • Pessoa física: Residir a 2 anos em um dos municípios contemplados pelo BPP  com endereço fixo.Se  o negócio for em endereço diferente  do de moradia é preciso que esteja aberto a dois anos em endereço fixo.
  • Pessoa jurídica não precisa comprovar  tempo de residência.
  • Exercer atividade produtiva com faturamento bruto  de até  R$ 360 mil nos últimos 12 meses.
  • Não ter restrições de crédito no SPC, SERASA e CADIN estadual.
  • Ser maior de 18 anos ou 16 se for emancipado.
  • Possuir avalista que deve ser pessoa física, com mais de 18 anos, residente no estado de São Paulo  que não tenha restrições em cadastros de proteção ao crédito como SPC, SERASA ou CADIN estadual ( pode ser parente próximo desde que não seja nem sócio, nem funcionário do negócio).
  • Alienação fiduciária para automóveis, motocicletas ou carros de carga.
Pessoas analfabetas ou que possuam alguma deficiência física que impeça a leitura ou assinatura do contrato devem fazer uma  procuração pública lavrada em cartório que permita a alguém que o represente no momento de assinatura do contrato.

O que pode ser financiado?
 Capital de giro:
  • Mercadorias em geral.
  • Matérias primas.
  • Conserto de maquinas e equipamentos.
  • Veículos.
  •  Animais para venda, criação, engorda, produção e tração.
  • Vasilhames como botijões de gás, galões de água, caixas plásticas,etc.
  • Publicidade e divulgação da empresa.
  • Documentação necessária para abertura ou regularização da empresa.
  • Bens para manutenção de estoque que sejam necessários ao ciclo operacional da empresa, incluindo energia elétrica e água.
  • Pneus que podem ser remondados, recauchutados ou mesmo novos.
Investimento fixo:

Sem alienação fiduciária

Compra de equipamentos, ferramentas, maquinas, informatica, programas de informatica,  melhorias na estrutura física (como alarmes, divisórias, fachada, ar condicionado e estantes) matérias de construção para reforma ou ampliação do imóvel onde fica o negócio, materiais para aluguel (roupas, equipamentos de vídeo e som, utensílios para decoração, etc.) e veículos utilizados no negócio

Com alienação fiduciária:
Automóveis, caminhões, motocicletas, ciclomotores e etc. desde que utilizados para o empreendimento.

Consertos:
Manutenção de qualquer parte  ou sistema de veículos, seja a mão de obra ou as peças necessárias.
Manutenção de equipamentos, ferramentas e máquinas necessárias ao negócio.


Não podem ser financiadas

Aquisição de imóvel.
 Registro de marcas ou patentes.
Aquisição de parte em sociedade de empresa formalmente constituída ou negócio informal.
Pagamento de alugueis do mês ou atrasados, dividas ou mão de obra e encargos sociais.
Compra de carro de passeio.






Documentos necessários para pedir  o financiamento;

Empresa: original e duas cópias dos contrato social da empresa, cartão de CNPJ, Cartão de inscrição estadual e municipal, RG ou CNH, CPF, Comprovante de residência e certidões de casamento de todos os sócios e cônjuges se houverem.

Negócio informal:  Original e 2 cópias dos RG, CPF, certidão de casamento e comprovante de residência  do cliente e de todos os sócios e também dos cônjuges.
1 orçamento do que deseja financiar.

Associações e cooperativas: Original e duas cópias da ata de constituição, regimento interno e estatuto da instituição, cartão de CNPJ, RG, CPF e certidão de casamento dos representantes legais da instituição, ultimo balanço patrimonial e 1 orçamento do bem a ser financiado.

Profissionais liberais precisam apresentar imposto de renda do ano anterior ou financiamento e se possuir outra fonte de renda deve apresentar comprovante.
Empreendedores que trabalham com alimentos devem apresentar também o alvará da prefeitura de seu município.

Avalista:  original e 2 cópias de RG, CPF, comprovante de residência atualizado do avalista e cônjuge, além de certidão de casamento, comprovante de renda, autorização do cônjuge e declaração de capacidade do pagamento.

Como funciona:
Podem ser financiados de R$ 200,00 a R$ 15.000,00 para pessoa física,  até R$ 20.000,00 para pessoa jurídica e até R$ 25.000,00 para cooperativas ou associações.
Em até 36 prestações que devem ser pagas em boleto bancário.
Os juros são de 0,355 ao mês, e parcelas fixas que são pré fixadas no momento da assinatura do contrato, não existe cobrança de taxa de abertura, nem de elaboração de contrato.

Como contratar;
Basta ir a uma agência do BPP  em sua cidade  (é possivel conferir os endereços no site:

https://www.bpp.sp.gov.br/bancopovo/BPP/base/onde.do?method=ondeEncontrar

Com os documentos descritos acima e seu avalista, se desejar também é possivel fazer uma simulação de seu financiamento no site:

https://www.bpp.sp.gov.br/bancopovo/