A Informação Que você Precisa

Como renegociar dividas do Imovel

Muitas vezes, quando alguém tem uma divida alta que não consegue pagar , alguns cobradores  dizem que se a divida não for paga podem tomar a casa onde a pessoa mora.
Isso não é verdade, nenhuma divida da ao credor o direito de tirar a casa de moradia do devedor, a não ser a divida da própria casa ou imóvel que desde 2005 tem leis que aprovam a retomada de imóveis em caso de não pagamento da divida.
Mesmo assim a maioria dos bancos, financeiras e construtoras preferem utilizar a retomada do imóvel como ultima alternativa, dando varias chances de renegociação.
Os principais motivos para que alguém não consiga arcar com as dividas do imóvel são a falta de planejamento financeiro, não considerar os reajustes e aumentos das parcelas, que geralmente são programadas para acompanhar o aumento de salario médio mas que muitas profissões acabam não acompanhando. Separações, quando o casal contava com a renda dos dois e se separa decidindo não vender a casa, muitas vezes o que fica com a casa acaba não conseguindo pagar. Desemprego longo ou mudança de carreira para uma com menos rendimentos e pessoas que compraram a casa para revender por preço maior e demoraram ou não conseguiram vender acabam não tendo condições de arcar com as prestações.
Existem algumas soluções para o problema da inadimplência , como a renegociação da divida, a rescisão de contrato onde o imóvel volta a pertencer ao banco ou financeira, ou a venda do imóvel passando a divida para o novo proprietário.

Como usar FGTS para reformar casa

Cuidados para comprar um Imóvel




Renegociar a divida


A melhor maneira de renegociar a divida do imóvel é procurar o banco ou financeira assim que perceber que terá dificuldades em pagar as parcelas, pois assim se evita que corram juros que tornem impossível o pagamento da divida.

 Não se deve esperar que a financeira ou o banco entre com ação judicial ou que se receba notificação de cartório em casa pois isso pode tornar impossível um acordo ou renegociação.
Caso no contrato exista alguma  estipulação sobre um limite de atraso  para que o imóvel não seja retomado, procure pagar ao menos uma parcela antes que o atraso chegue no limite, os bancos costumam aceitar esse pagamento parcial, o pagamento da parcela não desobriga nem abate juros das parcelas que já estão em atraso, apenas impede a retomada da casa.
Ao renegociar uma divida imobiliária você pode  pedir o reajuste das parcelas para um valor que você possa arcar, de acordo com seu salario atual, com taxas de juros menores e um prazo mais longo, mas em financiamentos que contam com correção salarial, casos em que algumas parcelas finais serão abatidas pela correção dos juros quem faz  renegociação da divida geralmente perde o direito ao reajuste.
Também é possível renegociar a divida pedindo um prazo de carência que possibilite a família a se reajustar, porém não são todos os bancos que permitem isso.
Outra possibilidade é transferir a divida para outra financeira ou banco, caso seja possivel, neste caso a nova financeira paga a divida ao antigo credor e você passa a dever  ao novo banco.

Vender a casa

Em alguns casos sera melhor  vender a casa, principalmente nos casos em que existe separação entre o casal proprietário da casa e nenhum dos dois tem condição de  arcar sozinho com as prestações do imóvel.
Para vender a casa é preciso entrar em contato com a financeira ou banco responsável pela divida e pedir uma especie de certidão com a situação real da divida do imóvel, assim que encontrar um comprador  é preciso procurar um advogado para fazer um contrato de compra e venda.
Como em casos de imóveis financiados a escritura só é dada ao proprietário no final do financiamento, você pode  optar  pelo comprador continuar pagando as parcelas em seu nome, sem precisar arcar com custos de transferência , neste caso fazendo um contrato de gaveta ou contrato de promessa de compra e venda.
Ou é preciso procurar a financeira e transferir a divida para o comprador, o valor da divida assim como juros e outros detalhes devem estar no contrato e serem esclarecidas com o comprador.
É importante verificar se o comprador  vai utilizar  recursos do FGTS ou recursos do minha casa minha vida pois neste caso é preciso que a planta da casa esteja de acordo com esses problemas.
Se o comprador for  financiar o pagamento da casa, é preciso aguardar a aprovação do banco  dele antes de realizar as transferências necessárias.

Utilizar o FGTS

Se você trabalha registrado e tem um certo tempo de empresa ( ao menos 1 ano ) pode tentar utilizar o FGTS para amortizar a divida do financiamento de imóvel, desde que não tenha utilizado para este fim antes.
Não é em todos os casos que o saldo do FGTS é liberado, mas se você tem necessidade  de utilizar o FGTS para pagar a divida da casa, pode procurar um advogado  entrar com ação judicial para pedir a liberação do FGTS, mas este caso depende da decisão do juiz , isso pode demorar um pouco então também é preciso pedir uma liminar para impedir que a casa seja retomada antes que a decisão judicial saia.

Pedir empréstimo

Você pode tentar pedir um empréstimo em banco ou financeira para pagar  as parcelas  desde que sejam poucas parcelas atrasadas. Esta é uma solução de emergência já que dai para frente você precisara pagar as parcelas do imóvel e as parcelas do empréstimo, mas se você precisa de um tempo para readaptar sua vida pode ser viável pegar um empréstimo para pagar as parcelas do imóvel.


0 comentários:

Siga-nos

Facebook

Adicione no Google Plus