como se transferir de faculdade ou curso com bolsa do prouni

Quer se transferir  de curso ou faculdade mas tem bolsa do Prouni, veja neste texto tudo o que você precisa saber.

Muita gente tem duvidas a respeito de como funciona a transferência de curso ou universidade para quem tem bolsa do Pro uni, principalmente porque os contratos das universidades podem ser diferentes e conter cláusulas a este respeito .

O que diz o estatuto do Prouni:

Segundo o estatuto do Pro uni, o aluno bolsista pode se transferir para outro curso, outro período, outro campus ou mesmo outra universidade desde que nele existam vagas .

Para isso são necessários que sua atual universidade e a que você pretende migrar estejam de acordo com a transferência, que a instituição onde quer estudar seja credenciada no programa Pro uni, que o curso escolhido tenha vagas, caso o estudante tenha bolsa parcial também é necessário que esteja em dia com a atual instituição.

Como funciona:



A transferência só ocorre depois que o aluno é aceito na nova instituição de maneira comprovada por emissão de um termo de transferência de usufruto de bolsa. Após efetuada a transferência de unidade ou curso o tempo de utilização da bolsa vai ser o prazo de duração do novo curso menos o tempo já utilizado no curso de origem ( exemplo, se você já cursou um ano e meio de qualquer curso e se transferiu para um de 5 anos de duração, terá suporte da bolsa do pro uni por 3 anos e meio do novo curso, depois talvez seja necessário arcar do próprio bolso ou recorrer a bolsa da instituição).







Porém, antes de efetuar a transferência é importante avaliar e pensar bem se vale mesmo a pena, pois é comum que as universidades demorem para efetuar a entrega de seus documentos e isso pode prejudicar o andamento de seus estudos, já que o processo de transferência é de domínio exclusivo das universidades, o MEC não se envolve neste processo, nem realiza intermediação entre as universidades.
   
Transferência para universidade publica:

Se você realizou processo seletivo e conseguiu vaga em uma universidade pública, pode solicitar sua transferência, desde que se submeta as regras da instituição.
Ao se transferir para  uma universidade publica, o bolsista do pro uni deve pedir o encerramento da bolsa, pois esta se destina ao pagamento das mensalidades (total ou parcialmente) e se o estudante cursa uma universidade publica ou gratuita, perde o direito a bolsa.
Caso precise de uma ajuda de custo em uma universidade publica, você pode tentar outros programas de bolsa e se seu curso for integral (mais de 6 horas ao dia) você pode procurar a ajuda de custo para cursos integrais.

Transferência imediata:

Existem alguns casos em que o estudante pode pedir a transferência imediata para outra instituição, como no caso da extinção do curso na instituição em que estuda  devido a fusão ou incorporação desta com outra universidade,  caso sua atual universidade tenha as atividades encerradas, se você for funcionário publico federal ou estadual, inclusive militar ou dependente de um servidor publico  civil ou militar que for transferido por interesse de sua administração.

 Quando não pode transferir:

Não são autorizadas transferência de bolsa do modo parcial para o integral, para cursos que não apresentam resultados satisfatórios no sistema nacional de  avaliação da educação superior em duas avaliações consecutivas, no caso  de já ter cursado uma quantidade de semestres que seja igual ou superior ao do curso para o qual quer migrar (se o curso original é de 8 semestres, 6 já foram cursados e  estudante decidir migrar para um curso de 6 semestres a transferência da bolsa não poderá ser feita).

Também não poderá haver transferência da bolsa nos casos em que esta foi concedida devido a ordem ou decisão judicial, no caso em que a média do Enem do estudante ( que ele utilizou para entrar no Prouni) seja menor que a média do ultimo candidato a conseguir bolsa no curso de destino.
A universidade não pode cobrar nenhum tipo de taxa ( matricula, transferência ) para liberar os documentos para transferência,a não ser encargos atrasados que o aluno já tenha. Caso o aluno deseje trancar sua matricula, deve solicitar a suspensão da bolsa, porém o período que a matricula permanecer trancada será descontado do prazo total da utilização da bolsa.