Como reduzir a conta de energia elétrica

Já se perguntou como fazer para sobrar um pouco mais de dinheiro no fim do mês, para que você possa sair mais, ou comprar algo que deseja muito, ou mesmo para guardar para o futuro?
Talvez você esteja em um momento difícil e precise adequar seus gastos a seu novo orçamento e não tenha ideia de por onde começar esse reajuste.
Se algum desses for o seu caso leia o artigo abaixo e aprenda alguma dicas muito boas para economizar energia elétrica na sua casa ou escritório em até 50%.

Como economizar na conta de luz:

Tire os equipamentos do stand by.

Sabe aquela luzinha vermelha ou azul que indica que o aparelho está ligado? Pois então, só ela consome até 12 % do valor de sua conta.

Se você deseja ligar sua televisão com o controle remoto você tem todo o direito de estar disposto a pagar por isso, porém existem aparelhos que possui modo stand by  mesmo sem possuir um acionamento remoto, como alguns modelos de fogão, o micro ondas, o radio portátil, alguns modelos de cafeteira, DVDs.

Pense bem, você precisa mesmo que seu micro ondas ou fogão lhe informe as horas?  Não dá pra usar  seu celular ou o relógio de parede da cozinha que quase toda casa tem?
se o aparelho não está em uso no momento, tire-o da tomada. É rápido e te dá dinheiro extra no fim do mês.

Só para ter uma noção, uma televisão de 29 polegadas consome em média 10W  mensalmente, cerca de R$2,25 na conta para pagar, se sua casa tem 2 televisores em sua casa, são R$4,50 a mais para pagar sem que o aparelho seja
 realmente usado.

O micro ondas  sozinho pode gastar por volta de 1,30 ao mês só mostrando as horas, sem contar quando em funcionamento, fora outros aparelhos, como o roteador de internet, o telefone sem fio e o decodificador da TV a cabo, que dificilmente serão desligados.

Use direito sua geladeira.

Quando você coloca coisas quentes dentro da geladeira, toda ela esquenta. Para voltar a sua temperatura adequada o motor tem que trabalhar muito mais. 

Pense antes de abrir a porta. Muita gente abre a porta da geladeira e só então pensa no que quer pegar, deixando a porta aberta e em consequência o ar frio sair, fazendo com que o aparelho gaste muito mais energia para resfriar o ambiente interno.

Alguns modelos de geladeira possuem uma grade atrás, essa grade costuma esquentar. Nunca ponha suas roupas para secar penduradas nesta grade pois isso força o motor da geladeira e ainda diminuí a vida útil da geladeira.

Cuidado com seu celular.

Carregar um único aparelho celular gasta até 5W por hora, além disso, isso significa que uma casa com 4 pessoas, cada uma com seu smartphone, gastando 20W  todos os dias se o aparelho for recarregado uma única vez gastará cerca de 600W, parece pouco mas poucas são as pessoas que carregam o aparelho uma só vez ao dia.

Pior se você tem o costume de deixar os carregadores na tomada o tempo todo para facilitar o serviço,  se o carregador estiver sempre na tomada, cada carregador pode gastar 120W por dia, ou seja, 3600W por mês, com 4 carregadores ligados na tomada direto, no fim do mês são  14.400W a mais, cerca de R$8,00 de gasto desnecessário com energia elétrica.

O mesmo se aplica para fontes de notbook ou de quaisquer aparelhos.
Se não esta carregando, mantenha o carregador fora da tomada.

Troque suas lampadas:

Se na sua casa ainda são usadas lampadas incandescentes ou halogêneas, troque-as o quanto antes.
Mesmo as lampadas fluorescentes gastam muito em comparação com  uma lampada de LED. Em quanto uma lampada incandescente gasta 60W, uma lâmpada fluorescente com o mesmo poder de iluminação gasta 15W e uma lampada LED gasta 7W. Quantas lâmpadas existem na sua casa hoje?

Mesmo que as lâmpadas LED sejam mais caras que as convencionais, a médio prazo acaba compensando, e não é preciso trocar todas as lâmpadas da casa de uma vez, troque uma por mês, com o dinheiro economizado seguindo estas dicas.

Use com cautela seu micro ondas.

O micro ondas é um dos maiores gastadores de energia elétrica em uma casa, então vale a pena utiliza-lo com parcimônia.
Um fono micro ondas a 1400 Watts de potência pode gastar até 10.500W/hora no mês se ficar apenas 15 minutos ligado no dia.

Além de tirar o forninho da tomada quando não estiver sendo utilizado, é preciso planejar o uso do micro ondas.
Se você percebe que tem uma carne pra preparar no jantar e ela esta congelada, retire do congelador com antecedência, assim você economiza energia e dinheiro e ainda como um alimento mais gostoso pois alimentos descongelados no micro ondas podem perder um pouco de sabor.

Outra maneira de diminuir o uso do micro ondas e colocar um pouquinho de água no prato pois o micro ondas aquece movimentando moléculas de água, se há pouco liquido no alimento, é preciso mais tempo de forno, gerando maior gasto de energia.

Utilize tampas feitas para o micro ondas para manter o vapor dentro do prato e facilitar o aquecimento, e dê preferência a potes e refratários de cores claras pois eles não absorvem o calor.

O mesmo vale para a máquina de lavar.

Espere juntar roupas suficientes para fazer um ciclo com a máquina cheia, pois cada ciclo da máquina custa 310W  para uma máquina de 10kg independente da quantidade de roupas que esse ciclo lave.

Se sua máquina tem a opção de lavagem com água quente, evite usar essa opção, aumenta em muito o gasto de energia.

Se sua máquina é do tipo lava e seca, evite o uso da opção secadora, use o varal que é de graça e nem dá tanto trabalho assim estender direitinho.

Chuveiro, secador e chapinha.

A melhor coisa para sua pele, seu cabelo e seu bolso é utilizar o chuveiro no modo frio, mas se você não consegue, tente manter seu chuveiro no morno.
E sempre é bom lembrar, tome banhos curtos e, se for necessário,desligue o chuveiro para fazer processos mais demorados, como hidratar ou tingir os cabelos, fazer a barba,, entre outras.

Se for possível, não use o secador, deixe seus cabelos secarem naturalmente, mas se precisa secar, retire a maior parte da umidade com a toalha para depois secar com o secador e prefira o jato de vento frio pois gasta menos energia elétrica e ajuda a dar brilho nos cabelos.

A chapinha segue a mesma lógica, melhor não usar, mas se for realmente necessário, procure ser rápida e  quando estiver próximo de finalizar, desligue o aparelho e aproveite o calor restante.

Economize com os computadores.

Se for deixar o computador sem uso mais de 1 hora, utilize a opção hibernar, essa opção desliga completamente o computador mas antes disso, salva na memória um arquivo com o estado atual do computador, quando este for religado, todos os programas que estavam em execução serão reabertos no estado em que estavam e você pode continuar seus afazeres como se nada tivesse acontecido.

Como reduzir a conta  de luz na metade:

Se você esta pensando que fazendo as contas, sua economia não tem como atingir metade da conta talvez você não saiba que existem faixas diferentes de preços conforme o consumo de energia da residência.
Essas faixas de preços afetam a tarifa cobrada a cada 1000W, chamados KWH e adicionam impostos  e taxas que incidem sobre o consumo além de cobrança de ICMS sobre o total da conta.


Foto de tomada com o texto como reduzir a energia elétrica.



Por exemplo:
Em outubro de 2019, em São Paulo a tarifa cobrada pelo consumo de 1000W ou 1KWh é de R$ 0,21, porém preciso pagar a tarifa de distribuição, que existe para manter postes e iluminação pública, esta também custa R$ 0,21 por 1KWh.

Mas há a alíquota do ICMS que muda conforme a quantidade de energia utilizada.
 Se você consumiu até 90KWh no mês, está isento da alíquota. Porém se seu consumo ficou entre 91KWh e 200KWh, a alíquota do ICMS que será cobrada vai ser de 12% do valor do consumo,  e se seu consumo for superior a 200KWh, pagará 25% a mais do valor do consumo, veja a tabela a baixo para uma comparação.


tabela de comparação faixas de gasto de energia



Você pode ver que se conseguir diminuir de 200KWh para 91KWh já existe uma redução de mais de 50% da conta.
Siga essas dicas e conte pra gente houve diferença na sua conta de energia elétrica.

Comentários